Ler mais histórias
Olá, meu nome é Juliana Gonçalves

Essa é minha história

Conhecer agora


Um amor inestimável

Já sou mãe de uma menina de 16 anos, e me casei novamente com o Rodrigo um tempo depois que tive minha filha. Depois de um ano de casados, nós começamos a tentar engravidar, mas não pensamos que passaríamos por tantas coisas. Eu fiz uma cirurgia bariátrica há quase 3 anos, e experimentei várias vitaminas, pois devido à redução de absorção oral, tinha um déficit nas taxas nutricionais.

Essa sou eu
Poucas explicações

Tendo em vista esse déficit nutricional, encontrei as vitaminas para tentantes, que são uma opção natural para suprir essa necessidade que eu tinha, e também para aumentar as minhas chances de me tornar mãe. Embora as vitaminas suprissem as minhas necessidades, nós continuávamos tentando e tentando.

Eu engravidei duas vezes em um ano, mas infelizmente em ambas as vezes passei por abortos. Os médicos não sabiam explicar os motivos para as perdas e nem porque eu tinha tanta dificuldade para engravidar.

Porém, mesmo depois das perdas, nós não desistimos. Eu continuei tomando as vitaminas para tentantes, e continuei tentando.

Meu menino valioso

Em menos de 6 meses da minha segunda perda eu consegui engravidar novamente, e dessa vez estava tudo certo. Nossa, não sei nem explicar a felicidade que tomou conta de mim no momento da descoberta do positivo.

Nós estávamos felizes, radiantes, enfim o bebê tão sonhado estava a caminho!

No meio da gestação descobrimos que eu estava grávida de um menino, que estava chegando para completar a felicidade da família toda. Apesar de alguns contratempos na gravidez, a alegria se tornou completa dia 12 de janeiro de 2020 quando em um parto normal sem anestesia e tranquilo, Antônio Gabriel chegou ao mundo pesando 3,020 kg, com 46 cm.

Meu pacotinho de amor

Durante a gestação eu também tomei as vitaminas para gestantes, que foram muito importantes para suprir minhas necessidades nutricionais e do meu pacotinho de amor, nos manteve bem nutridos. E mesmo sendo uma gestante pós bariátrica sempre tive as taxas nutricionais adequadas e em alguns aspectos, até melhor que as gestantes que nunca passaram pela bariátrica.

É muito amor!

Obrigada por ter lido a minha história até o final, e assim como a minha, a sua também pode ter um final maravilhoso.

Beijos e abraços,
Juliana Gonçalves

Leia mais histórias com:



Todas as histórias de usuárias você encontra aqui.