O relato mais comum de quem faz o ultrassom de 5 semanas é a ausência do feto e consequentemente, o desespero! Será que a gravidez é inviável, será que é anembrionada, será que vai dar certo, será, será, será… O risco de se fazer um ultrassom muito cedo é exatamente esse, de não conseguir detectar o bebê e muito menos os batimentos cardíacos dele.

Devemos pensar que a gravidez é contada a partir do primeiro dia da menstruação e que o feto é formado por duas células (óvulo e espermatozoide) que são muito, muito pequenas, certo? Assim, o bebê de 5 semanas tem no máximo 3 semanas e certamente é muito pequeno ainda para ser visualizado no ultrassom.

Como a Gravidez se Inicia

Em princípio, a gravidez se manifesta com o aumento do endométrio e mostrando o local onde houve a ovulação. Pode haver apenas um corpo lúteo no ovário caracterizando a liberação do óvulo e indicando que possivelmente houve a fecundação.

Algumas sortudas que têm a ovulação ainda antes do que esperavam, podem ver uma manchinha do início do saco gestacional, pois ele aparece antes do próprio embrião. Com o passar dos dias, a vesícula vitelínica dá o ar da graça e aí logo em seguida o bebê aparece, até que enfim.

Quando Ver os Batimentos Cardíacos do Feto?

Ouvir os batimentos cardíacos do bebê é uma nova novela na vida da recente gestante. Algumas mulheres vêem tudo, saco gestacional, vesícula, embrião, porém os batimentos cardíacos não. Esse fato ocorre na grande maioria das vezes pela prematuridade do embrião. O coração do bebê começa a bater a partir de espasmos involuntários por volta da 6ª a 7ª semana de gestação.

Por isso, não é recomendado a realização do ultrassom antes deste período, já que se corre o risco de não ver nada ou, no máximo, somente o saco gestacional. Para evitar preocupações sem necessidade, aguarde o tempo adequado.

Gravidez Anembrionada

Alguns casos de ultrassom precipitado podem ser associados à gravidez anembrionada, porém ainda necessitaria de um prazo de 1 semana a 10 dias para um novo ultrassom para então detectar de fato o problema. Na maior parte dos casos o bebê é avistado em alguns dias após o ultrassom de 5 semanas, cerca de 7 dias depois.

Caso não seja detectado, o médico irá suspeitar de anembrionada, porém antes de qualquer procedimento deve-se repetir o beta HCG quantitativo para averiguar a evolução dos hormônios. Se os hormônios continuarem a subir deve-se esperar para repetir o ultrassom. Se não houver evolução, o medico irá solicitar um procedimento chamado curetagem ou esperar o corpo expelir os restos da gestação sozinho.

Qual a Melhor Época para Fazer o Ultrassom?

O período correto para fazer o ultrassom seria na 8ª semana de gravidez , contada a partir do primeiro dia de menstruação. Dizem que quanto antes fizer o ultra melhor, mas não é bem assim! Mesmo nessa fase há o risco de não conseguir ver o bebê, apenas um saco gestacional com 5 semanas ou nem isso devido ao risco de ovulação tardia, comum em mulheres com ciclos maiores ou mesmo com problemas como SOP.

Por isso nada de pânico caso faça o primeiro ultrassom e não consiga ver nenhuma evidência de gravidez.

ultrassom de 5 semanas

Ultrassom de 5 semanas de gravidez com batimentos cardíacos.

Se o ciclo for regulado, a gravidez poderá ser vista por volta da 8ª semana, porém para ciclos irregulares a viabilidade de ver o bebê e escutar o coração reduz bastante. Caso não consiga ver nada no ultrassom de 5 semanas e tiver um ciclo irregular, é indicado esperar mais alguns dias e não se desesperar, pois é muito comum que uma mulher com poucas semanas de gravidez não consiga ver nada, nem mesmo o saco gestacional!

IMPORTANTE: com 5 semanas, o ultrassom pode mais atrapalhar do que ajudar, por isso nunca se deve fazer o beta e logo correr para o exame. A probabilidade de não conseguir ver nada é muito grande!

Um estudo americano indica que as chances de ver o embrião em um ultrassom estaria associada à quantidade de HCG no organismo, betas acima de 5 mil poderia mostrar um bebê e seus batimentos cardíacos enquanto que abaixo de 1 mil, nem mesmo o saco gestacional seria evidente. Mas isso claro, é um quesito que muda de corpo para corpo.

Quer saber como seu bebê está com 5 semanas de gestação? Então veja aqui no desenvolvimento fetal da 5ª semana.

Dúvidas das Leitoras:

Como está meu bebê com 5 semanas de gestação?

Com 5 semanas seu bebê é ainda um embrião tão minúsculo como uma semente de gergelim. Não possui formato de bebê e nenhuma semelhança. O tubo neural está em desenvolvimento e se transformará em cérebro, medula espinhal e nervos. Neste momento, é muito importante que a mamãe use uma vitamina derivada do ácido fólico, o Metilfolato. Saiba mais sobre o Metilfolato aqui.

Qual o tamanho do saco gestacional com 5 semanas de gestação?

Com 5 semanas de gestação o saco gestacional mede em torno de 4 a 16 mm e pode dobrar de tamanho ao decorrer da semana.

Dica Importante: nessa fase tão incerta, é fundamental estar com os betas HCG em dia, sendo recomendado fazer o exame a cada 2 ou 3 dias. Na dúvida refaça e se o hormônio estiver subindo, é bom sinal.

Veja também: Semanas de Gravidez – Como Converter em Meses?

Foto: The Parasite